//
you're reading...
NUTECMAR

Mercado de robôs submarinos vai muito além do petróleo e gás

Tecnologia pode ser aplicada em outras áreas, como mostra o filme “Santuário”

Cena do filme "Santuário"

Cena do filme "Santuário"

Os ROVs (Remotely Operated Vehicle, sigla em inglês para veículos subaquáticos operados remotamente) são mini submarinos de observação à distância do fundo do mar, pilotados por controle remoto e equipados com câmeras de vídeo e sensores. Em terra firme ou dentro de uma embarcação, o piloto vê por onde o robô submarino passa, através das imagens geradas pelo ROV, que são transmitidas em tempo real em um monitor de TV. Seu uso é bastante difundido para o mercado de plataformas de petróleo, porém estes robôs também podem ser aplicados em outros segmentos, como mostra o filme “Santuário”, produzido por James Cameron, consagrado diretor de outros sucessos como “Titanic” e “Avatar”.

O filme conta a história de um grupo de mergulhadores que está explorando a caverna Esa-ala, do Pacífico Sul. Neste caso é possível ver a aplicação do ROV em missões de apoio a mergulhadores e expedições subaquáticas. “Os mini submarinos não-tripulados são ferramentas importantes para apoiar mergulhadores. Permitem o contato visual de quem está na embarcação com os que estão no fundo do mar. Isso se traduz em maior segurança aos mergulhadores, pois sabem que estão sendo monitorados e que a ajuda chegará rapidamente em casos de emergência”, explica o mergulhador profissional, instrutor de ROV e sócio-diretor do Núcleo de Tecnologia Marinha e Ambiental (NUTECMAR), Eduardo Meurer.

Modelos de ROV com manipuladores (uma espécie de braço mecânico com garra que pode fazer movimentos parecidos com o da mão humana) também podem auxiliar no trabalho destes profissionais. “Em trabalhos como instalações de tubulações subaquáticas ou reparos, os veículos submarinos podem ser usados para realizar tarefas em profundidades que os mergulhadores não podem atingir, ou trabalhar em conjunto com eles em profundidades menores”, ressalta Meurer.

Segundo ele, os robôs submarinos também são úteis em situações que envolvem riscos e por isso, são ideais para explorar o desconhecido. “Antes de enviar o profissional a um local onde a visibilidade é baixa, onde a água é profunda ou onde não há espaço para passagem de um mergulhador com todo seu aparato, é possível ver o que pode ser encontrado no local previamente com os ROVs. Uma vez realizado o reconhecimento, o mergulhador desce até lá já com a certeza de que há algo relevante e conhecendo previamente a situação do mergulho que fará. Isto é importante em expedições a locais inexplorados e em arqueologia subaquática, por exemplo”, destaca .

Os ROVs são úteis ainda na área portuária, em inspeções de cascos de navios e do cais. Também em operações de segurança, inspeção de obras de engenharia sob a água, e missões de resgate subaquático. “No Brasil ainda há muitos segmentos virgens para a utilização desta tecnologia. Os benefícios da aplicação de veículos subaquáticos operados à distância ainda são desconhecidos por grande parte da população”, enfatiza Meurer.

Piloto – Para trabalhar com os micro submarinos é necessário capacitação. A profissão, piloto de ROV, é bastante promissora. A área carece de profissionais e, por isso, trata-se de uma atividade bastante valorizada. Um trainee pode começar recebendo um salário de até R$ 3 mil. Já quando piloto formado pode vir a ganhar em média R$ 10 mil por mês, ou mais. “Poucas profissões são tão fascinantes e de futuro tão promissor quanto a de um piloto de ROV no Brasil”, destaca Meurer.

Curso – Para qualificar mão-de-obra para a profissão, o NUTECMAR está com inscrições abertas para os cursos de Introdução e Piloto de Micro ROV.

Introdução ao ROV, agendado para os dias 15, 16 e 17 de março, das 9 às 18 horas, é pré-requisito para as demais fases de instrução. A capacitação oferece uma bagagem teórica sólida e rica em conceitos sobre equipamentos, funções, acessórios e manutenção básica.  Traz ainda uma visão geral de mercado relativo às aplicações desta tecnologia e conta com experiências iniciais de pilotagem em simulador e em equipamento real. O investimento é de R$ 900 que pode ser parcelado em até três vezes de R$ 300, sem juros.

Na segunda fase, Piloto de Micro ROV, marcada para os dias 18, 19, 20 e 21 de março, também das 9 às 18 horas, os alunos aprendem a pilotar o mini submarino em simuladores e em diferentes ambientes, como piscinas e tanques. Nesta etapa, eles contam com dificuldades progressivas, como diminuição da visibilidade e aumento da intensidade da corrente marítima. O valor é de R$ 1.340, que pode ser dividido em até quatro vezes de R$ 335, sem juros.

NUTECMAR – O Núcleo de Tecnologia Marinha e Ambiental (NUTECMAR) é formado por uma equipe multidisciplinar e especializada com vocação educacional e tecnológica. Seus principais objetivos são a capacitação de mão-de-obra qualificada e a busca por soluções tecnológicas que contribuam com a melhoria das condições ambientais e que confiram maior facilidade e segurança à realização de tarefas em ambientes marinhos ou em outros corpos hídricos.

O NUTECMAR fica na Avenida dos Bancários, 76, cj. 14, na Ponta da Praia, em Santos (SP). Outras informações pelo telefone (13) 3345-6766, através do site http://www.nutecmar.com.br, por e-mail nutecmar@uol.com.br, ou no Twitter @nutecmar.

About startpresscom

A Start Press é uma agência de comunicação moderna, que oferece uma série de soluções para colocar sua empresa em evidência. http://www.startpress.com.br

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: